anata

Sobre “Vozes” – Como começou

Eu tenho uma série chamada Vozes atualmente sendo publicada na Revista Avessa. Mas originalmente isso surgiu bem antes.
.

A Cidade Sem Ninguém

Há alguns anos assisti à série Chobits, um anime baseado no mangá do grupo CLAMP. Este anime continha dentro de si uma outra historinha, e a forma de ser contada me encantou.

Vou passar abaixo os vídeos, assim fica mais fácil de compreender o estilo. O áudio está no original japonês, mas a legenda está em espanhol (não encontrei um que tivesse os quatro vídeos legendado em pt-br).

São todos bem curtinhos, não passando de 3 minutos em média (apenas o último que é maior, com uns 5 minutos):

AVISO: o último vídeo contém SPOILERS (revelação do final do anime Chobits). Se tem intenção de assistir o anime e não quer estragar a graça do fim, evite o vídeo abaixo.

 

Após ver estas historinhas que Chii lia fiquei com isso na cabeça, e comecei a imaginar textos onde um personagem (quase sempre anônimo) começava a narrar algo dessa forma. Meio lúdica, incerta, até um tanto quanto depressiva, eu diria. E nas ideias que comecei a ter, sempre tinha uma voz que respondia.

Eu nunca soube de onde vinha essa voz. Só sei que vinha.

Então, no fim do inverno de 2011, fiz um teste. Resolvi escrever “essa coisa de vozes” e ver no que dava.

O primeiro resultado foi a criação de uma personagem que eu pretendia usar para textos deste tipo. Era a Anatá (veja o texto do primeiro Vozes).

anata2

Anatá seria uma espécie de personagem trágica, onde eu contaria coisas que aconteceriam de uma forma mais introspectiva, e que fossem mais na mente dela do que na vida real.

Mas os textos acabam por ter vida própria…

Neste mesmo final de inverno eu acabei criando outros textos deste tipo (nenhum com a Anatá, coitada), e cada um seguindo um rumo diferente, porém todos tendo sempre em comum a ideia das “Vozes do Além”.

No blog Clube de Contos alguns destes antigos “Vozes” estão sendo publicados aos poucos (veja neste link). Se eu fizer algum novo que seja grande demais para caber na Revista Avessa, provavelmente será publicado no Clube de Contos. ^_^

Gosto bastante desta série, e por isso fico tão feliz pela publicação bimestral na Avessa. É tudo meio misterioso e sempre dá margem a muitas ideias. Cada pequeno texto é um universo. =)

 

coelhos-nantai_vozes

2 comentários sobre “Sobre “Vozes” – Como começou

  1. Mayara Barros disse:

    Nossa, muito legal conhecer a história por trás dos contos lindos que você manda pra Avessa <3 E já me inscrevi na newsletter do Clube de Contos pra acompanhar ^^

    Parabéns de coração, essa série é linda demais!
    Beijos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *